Organizada em duas partes, O Novo Ofício coloca em perspetiva uma série de trabalhos artísticos centrados primeiramente em música, transpostos para a realidade expositiva.
No seu primeiro bloco, que integra uma seleção de obras a partir do final do século XIX,
O Novo Ofício apresenta trabalhos que perfazem uma história paralela à produção artística que foi sendo produzida em formatos aptos para o mercado das artes e do colecionismo. Provenientes de vários vocabulários compositivos, unificadas pela singularidade e pureza da sua visão e concretização, esta secção retrospetiva agrega peças com distintas tipologias de execução, desde a performance e a documentação, à instalação musical e a artefactos ativados ao longo do curso desta mostra.
Os artistas presentes no segundo bloco da exposição, composto por produções contemporâneas inéditas, são músicos. Partindo em absoluto dessa arte como o seu eixo criativo, e através do amplo entendimento não só do seu ofício original como das possibilidades de extensão e de realização objetual, cénica e poética afetas à matriz do seu trabalho, progridem para um outro tipo de obra artística, que contempla um encaixe na morfologia arquetípica do espaço expositivo atual. A acústica, a temporalidade, a mobilidade ou a escala, revigoram-se enquanto assuntos e matérias. E, acima de tudo, o objeto-música, calibrado para o universo museológico – o seu espaço e os seus intervenientes –, ganha uma nova vida.
Do ponto de vista do espectador, são propostas duas rotas possíveis. Uma constitui uma sequência narrativa através da maioria das peças e funciona com um horário circular. No caso de peças ativadas unicamente em performance deve ser consultado o programa disponível no museu e aqui neste website.
A segunda rota oferece um itinerário temporalmente livre ao visitante, com a possibilidade de uma experiência solitária na exposição, através da disponibilização de dispositivos áudio com os vários trabalhos que a ilustram em música, para além de auriculares de qualidade, podendo assim o visitante controlar de forma personalizada a duração e o volume do som na experiência de cada obra.

Pedro Gomes, Filho Único

.

.

Este website foi criado por ocasião da realização da exposição O Novo Ofício, no Museu Coleção Berardo, em Lisboa, para cumprir uma tripla função como catálogo, arquivo e agenda do evento. Nele irão sendo publicados conteúdos até ao encerramento da exposição, no dia 26 de agosto de 2012.